Dicas de saúde para manter
a alma e o corpo saudáveis

Somos mais fortes que nossos problemas

4/18/2016

Parece tarefa impossível ter forças e disposição para trabalhar quando a vida pessoal está um caos. Se você já passou por alguma situação que te deixou muito fragilizado e com as emoções a flor da pele, precisa saber que às vezes o sofrimento pode mesmo nos consumir e nos fazer pensar que nunca vamos superá-lo. Nesses momentos, como encontrar forças para se dedicar ao trabalho? Inúmeros fatores, como a morte de um ente querido, o término de um relacionamento ou até mesmo um trauma após ter passado por um roubo, podem tirar a nossa base. Tudo depende de como está nosso emocional no momento em que ocorre o problema. O certo é que neste momento, parece que nossa vida está um verdadeiro caos. A vontade que dá é de se recolher e deixar que a tempestade emocional passe. O problema é que a maioria das pessoas tem uma vida profissional e precisa dar continuidade ao trabalho. Que tal admitir primeiro para você mesmo e depois para as pessoas que o cercam, que você está frágil e precisando de ajuda? As atitudes de seu chefe ou companheiros de trabalho podem surpreender. Ao aceitarmos que realmente precisamos de um tempo para restabelecer nossas vidas, as pessoas ao nosso redor começam a ser mais abertas à fase delicada pela qual passamos. Na maioria das vezes, o tempo se encarrega de amenizar a situação e entramos novamente no curso normal de nossa vida, mas às vezes não conseguimos achar essa força interior sozinhos, nestas horas, buscar ajuda de um profissional competente é fundamental. Porém, mesmo com essa ajuda, quem tem que reagir, e buscar força e soluções somos nós. Uma das lições mais poderosas que pode ser aprendida nesse período é a descoberta de uma força interior, chamada inteligência emocional. É isso que o profissional que vai nos dar sustentação, pode auxiliar para que encontremos esse sentimento que nos torna lúcidos para lidar com os problemas.

Claudete Loth
Pedagoga, Terapeuta Floral e Terapeuta Holística. Graduada pela Universidade FEEVALE em Pedagogia, com especialização em Supervisão Escolar.
Não perca nenhuma dica de saúde

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form